SEXO CASEIRO 1

GOSTARIA QUE UM MACHO FIZESSE ISSO COM A MINHA ESPOSA


Sra Aburus

SOMOS

Somos um casal de bem com a vida,apaixonados,simples, maduros, com filhos maravilhosos, em busca de casais com idade compatível com a nossa, homens acima de 30 anos e mulheres para sexo com sigilo e cumplicidade. Não gostamos de parceiros que tratam as esposas alheis como putas baratas, pois elas não são. Entre quatro paredes gostamos de sexo prazeroso e com cumplicidade. Havendo afinidade, no auge do climax, ela gosta de ouvir palavras quentes e ousadas, palavras que a excitem.
Buscamos acima de tudo, conhecer e fazer amizade com:
- Homens com mais de TRINTA ANOS ;
- Mulheres FEMININAS;
- Casais MADUROS (Ele/Ela);
- Casais MADUROS (Ele/Ele) ;
- Casais (Ela/Ela)
Para, após um contato inicial onde vamos ver nossas afinidades, exibicionismo, sexo a dois, swing e ménage, sexo grupal. Somos iniciantes, com muitas fantasias, e estamos querendo realizar todas que a imaginação permitir, sem aberrações, sado ou violências de qualquer espécie. Queremos formar um grupo de amigos para festas regadas com muito "leite".



OS FOFOS TAMBÉM AMAM

OS FOFOS TAMBÉM AMAM
Ah... Esse espelho estratégicamente colocado... Dá uma vontade.

FOFOS TAMBÉM AMAM

PORQUE É TÃO DIFÍCIL SE VER "GORDINHOS" SE AMANDO, PORQUE SÁO SEMPRE SARADOS, OS BARRIGAS DE TANGUINHO QUE SE APRESENTAM NO MSN? POR ACASO OS"GORDINHOS" NÃO TEM DESEJOS, NÃO SENTEM TESÃO? CLARO QUE SIM! VAMOS LÁ, ESSE É UM ESPAÇO PARA FOFINHOS, MADUROS, NEGROS, MULATOS, PARDOS, AMARELOS, ATÉ PARA OS VERMELHOS, MAS QUE NÃO SEJAM DE RAIVA. RSRSRS BEIJOS A TODOS

A "Senhorinha"

A "Senhorinha"
A alegria não está nas coisas, está em nós!

DESEJO NÃO TEM IDADE...

DESEJO NÃO TEM COR, NÃO TEM PESO, NÃO TEM CREDO!
APENAS TRÊS COISAS NA VIDA NUNCA VOLTAM ATRÁS: A FLECHA LANÇADA, A PALAVRA PRONUNCIADA E A OPORTUNIDADE PERDIDA.
VOCÊ VAI DEIXAR PASSAR A OPORTUNIDADE?





Páginas

sábado, 27 de março de 2010

AMOR QUE FICA

- Alô? alô? Amor... Você tá me ouvindo?
- Alô? Querida? A ligação está horrível... Está cortando, mas dá pra te ouvir sim... Fala!
- Escuta... Tô te ligando pra dizer que vou chegar tarde em casa... Você sabe como minha semana foi cheia de problemas, sabe o quanto eu ando estressada e nervosa nesses últimos dias, não sabe?
- Sei! Querida, claro que sei... Você só tem reclamado do trabalho... Da vida ultimamente!
- Pois então... Justo hoje que eu estou precisando, mais do que qualquer outra coisa, sair da rotina e relaxar, um amigo me ligou. Que coincidência deliciosa... Justo hoje, um amigo me ligou... Ele me convidou pra fazer um “happy hour” depois do trabalho, você acredita?
- Quem?
- O Júnior!
- Júnior? Quem é?
- Um cara que eu conheci... Eu falei dele... Te disse o quanto eu achei delicioso dar pra ele... Você não lembra? Eu faleio dele pra você!
- Ah, já sei! Eu lembrei... Você ficou caidinha por ele, de quatro mesmo!
- Hahaha... Pois é, de quatro e toda aberta! O cara é gostoso demais!
- Ele te convidou pra um happy hour? Como assim?
- Sim! Me convidou pra gente tomar umas cervejinhas, e depois dar uma “esticadinha”... Sabe como é...
- Esticadinha? Hummm... Mas... Então vocês estão num bar?
- Não, não... Nós já tomamos algumas latinhas, bem de leve, só pra atiçar o fogo, num barzinho perto do meu trabalho, e agora estamos dando uma “esticadinha” aqui no apartamento dele!
- No apartamento dele?
- Sim, e é por isso que eu estou te ligando. Pra te avisar que eu vou chegar mais tarde em casa. Não precisa me esperar pra jantar, e nem pra dormir... Acho que vou ficar... É perigoso sair de madrugada...
- Mas...
- Amor, você não precisa se preocupar comigo, seu bobo... Eu estou em boas, em ótimas mãos. Fique tranqüilo que amanhã, quando eu chegar, eu te conto tudinho, com todos os detalhes, certo?
- Mas, querida...
- Vou ter que desligar agora... Tenho um monte de estresse pra curar... Amanhã eu te mostro o “resultado” da bagunça que nós dois vamos aprontar... Só você, com essa língua de ouro, será capaz de curar o “estrago” que ele vai fazer. Um beijo, meu amor. Durma com os anjinhos, tá bom? tchau!

Nenhum comentário:

Postar um comentário